Estamos voltando…

11/05/2010 at 22:23 (Sem categoria)

A Escola de Música Maestro Paulino, antigo Conservatório Musical Maestro Paulino Martins Alves, vem a público comunicar seus alunos que nos dias 13 e 14 de maio (quinta e sexta-feira), realizará a MARCAÇÃO de horários, das 9h às 12h e das 13h às 18h. As aulas iniciarão no dia 17 de maio (segunda-feira). A Escola de Música Maestro Paulino tem endereço na Rua Francisco Ribas, 134.

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Atualizando a situação…

27/04/2010 at 23:35 (O QUE POSSO FAZER PRA AJUDAR?)

Olá pessoal

bom, um resumo das últimas notícias…

o aluguel tá uma novela danada para a gente assinar o contrato. tipo tá tudo certo a papelada, mas o pessoal da imobiliária está para fazer o tal contrato para a gente assinar desde a semana passada, mas até agora não fizeram, e resumindo, isso tem atrasado nossos planos.

agora a boa notícia, parece que vamos conseguir doação de cadeiras (iupi!). a lista de coisas que precisamos é:

•    4 a 5 pianos
•    100 carteiras
•    130 cadeiras (esse provavelmente conseguiremos)
•    Pia para cozinha pequena
•    Armário aéreo para cozinha
•    1 mesa pequena para cozinha com cadeiras
•    1 balcão para secretaria ( recepção)
•    4 a 5 Armários de madeira ou aço
•    1 escrivaninha com porta (espaço para xerox, aquecedor)
•    2 mesas para escritório (secretaria)
•    Aparelhos de som
•    Estantes para arquivo
•    Material humano; pessoal para limpeza

bom, agora falando sobre patrocínio, contratamos uma consultora cultural (Janaína Fellini) que irá nos auxiliar na realização do projeto que apresentaremos aos potenciais patrocinadores (principalmente empresas de Ponta Grossa, ou com sedes aqui). os professores e a diretoria estão engajados na realização deste projeto.

bom gente, como eu falei na reunião, eu adoraria dizer quando as aulas recomeçam, mas não depende de nós, precisamos ter a chave na mão para agendarmos a mudança e remarcarmos os horários dos alunos e reiniciarmos as aulas.

um abraço,

Mateus

Link permanente Deixe um comentário

Mutirão: vamos arrumar a nossa sede

10/04/2010 at 23:06 (O QUE POSSO FAZER PRA AJUDAR?)

Como vocês já sabem, já temos sede nova.

Foi aprovado o aluguel de uma casa situada na rua Francisco Ribas, entre as ruas do Rosário e Comendador Miró, atrás da Foto Elite. É um imóvel de espaço suficiente para nós, inclusive com uma sala + ou – grande para as aulas de teoria e audições de classe, como era na sala 9.

Porém, logo que seja assinado o contrato, será necessário fazer um verdadeiro mutirão para deixar a sede viável e prontinha para o uso.

Vamos precisar limpar a escola, fazer pequenos consertos (tacos descolados, coisas assim), colocação de lâmpadas, cortinas e algumas divisórias, desempacotar e organizar a mudança…

Enfim: isso ainda não tem data, mas precisamos nos organizar.

Você quer ajudar?

Mande seus dados (nome completo, idade, e-mail, telefone e disponibilidade – dias e horários em que você pode ajudar) para nmadalozzo@gmail.com ou mateus_web@yahoo.com.br . Contataremos você diretamente ou deixaremos aqui no blog uma mensagem com os dias e tarefas quando o mutirão estiver melhor definido.

de novo: arregacemos as mangas!

Link permanente Deixe um comentário

Pianos

10/04/2010 at 22:58 (O QUE POSSO FAZER PRA AJUDAR?)

A escola atualmente possui apenas três pianos. O curso de piano é o mais requisitado da escola. Portanto, para mantermos tudo funcionando da melhor forma possível, precisamos de mais instrumentos.
Se você possui algum piano que não esteja usando, mas está em bom estado, e se quiser nos emprestar (em regime de comodato), entre em contato conosco! Fale como prof Elias, no n° 30253651.
Se tiver qualquer informação sobre possível empréstimo de pianos, essa informação será muito bem-vinda!

Link permanente Deixe um comentário

Doações

10/04/2010 at 22:52 (O QUE POSSO FAZER PRA AJUDAR?)

Pessoal,

estamos tentando encontrar maneiras de conseguir apoio financeiro para a escola. Para isso, pretendemos transformá-la em uma Fundação.

Enquanto isso não acontece, e mesmo depois que aconteça, precisamos de capital para manter a escola funcionando. São gastos dos mais variados, de cobranças mensais a equipamentos e materiais, então qualquer ajuda será bem-vinda, especialmente nesse período de transição.

Você pode ajudar com a parte financeira:

a) fazendo doações em dinheiro, depósito… é só entrar em contato com a secretaria.

b) entrando em contato conosco se você souber de alguma empresa que esteja disposta a patrocinar a cultura.

Link permanente Deixe um comentário

Começando

10/04/2010 at 22:33 (O QUE POSSO FAZER PRA AJUDAR?)

Esse é o espaço pra você, que acha a escola importante, nos ajudar, da maneira como puder.

Vamos sempre postar aqui as nossas necessidades mais urgentes.

Pedimos que comentem ou nos mandem e-mails/telefonemas quando tiverem uma forma de ajudar.

A escola precisa de todos nós! =] O poder é de vocês!

Link permanente Deixe um comentário

Assembléia 15/abril, quinta, 19:30h

10/04/2010 at 15:45 (Histórico do movimento Conserva o CONSERVAtório)

Atenção, Pais, Alunos e Professores da APM do Conservatório
Assembléia da APM dia 15/04/2010 quinta-feira às 19h30 no Auditório do SESC.

Link permanente Deixe um comentário

Novo-velho Conservatório

10/04/2010 at 00:20 (Histórico do movimento Conserva o CONSERVAtório)

Bom, um breve resumo da assembléia de quinta:

1 – a APM decidiu não aderir à nova administração que a Secretaria colocou e decidiu fazer uma nova escola, para manter a mesma estrutura pedagógica, o mesmo currículo, a mesma oferta de cursos que existia. Esta proposta foi aceita por unanimidade dos presentes na assembléia. Dos 439 alunos (até quinta) já tinham confirmado suas matrículas, em resposta a carta enviada, dizendo que queriam continuar junto conosco. 25 dos 28 professores também permanecem. As duas secretárias também.
2 – Sobre uma nova sede para este novo conservatório. Aprovaram o aluguel de uma casa situada na rua Francisco Ribas, entre as ruas do Rosário e Comendador Miró, atrás da Foto Elite. É um imóvel de espaço suficiente para nós, inclusive com uma sala + ou – grande para as aulas de teoria e audições de classe, como era na sala 9.
3 – Precisávamos montar chapa para nova diretoria da APM (está acabando o mandato). Foi perguntado quem queria e os nove voluntários que formam a chapa são: Mateus Websky (presidente) Josiane S. Safraider (vice), Marisa Marques (secretária), Jonathan Iwaji (2° secretário), Carlos R. Safraider (tesoureiro), Vicente de Paula (2° tesoureiro), Cecília Brepohl (conselho fiscal), Rosemeri Bueno (conselho fiscal) e Soeli Flores (conselho fiscal). Conforme nosso estatuto, não dá pra formar a chapa e votar no mesmo dia, então já ficou marcado para próxima quinta-feira, no mesmo local e horário, a eleição em nova assembléia.
Bom, uma coisa que foi deixada bem clara é que todos precisam ajudar. Se alguém imagina que os professores e direção sozinhos vão carregar a escola, estamos fadados ao fracasso. Os pais e alunos precisam se empenhar. Os professores comprometeram-se a trabalhar voluntariamente durante 3 meses, e nesse período precisamos encontrar outra maneira de patrocínio que não a prefeitura (estado, governo federal, empresas, ou pessoas físicas mesmo).
Bem-vindos a um novo conservatório, precisamos arregaçar as mangas.

Link permanente Deixe um comentário

Currículo profº Max G. Scheffler

08/04/2010 at 11:34 (Histórico do movimento Conserva o CONSERVAtório)

Max Gallehr Scheffler iniciou seus estudos de violino aos oito anos de idade, e a partir de 1994 passou a ter aulas com a Profª. Edna Ritzmann Savytzky. Em 2003 ingressou no curso Superior de Instrumento da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, na classe do Prof. Marco Vinicius Damm, formando-se em 2006. Participou de vários festivais de música, entre eles os IV e VI Encontros Sul-Brasileiros Suzuki, XII à XXI Oficinas de Música de Curitiba, XIV Festival de Música de Cascavel, e XIV, XVI, XVII e XVIII Festivais Internacionais de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora, além de cursos ministrados pelos professores Paulo Bosísio e Vera McCoy-Sulentic (EUA). Ingressou na Orquestra Junior da UFPR em 1996 e a partir de 1999 na Orquestra Filarmônica Juvenil da UFPR, tendo sido spalla desta nos anos de 1999, 2000, 2006 e 2007. Participou como solista da Orquestra Filarmônica Juvenil da UFPR em 2001 e 2006. Atualmente é violinista da Orquestra de Câmara da PUC-PR, professor de violino e viola do Conservatório Dramático Musical Maestro Paulino Martins Alves, e é aluno regular dos professores Marco Vinicius Damm e Paulo Bosísio.

Link permanente Deixe um comentário

Mensagem de Ângela Sasse

08/04/2010 at 11:19 (Histórico do movimento Conserva o CONSERVAtório)

Sou catarinense, nascida em Blumenau. Minha vida profissional começou em Ponta Grossa aos 21 anos, na Escola Municipal de Música “Maestro Paulino Martins Alves” em 1987. Foi um desafio no início, mas também muito aprendizado. Oportunidade que me foi oferecida por tocar flauta doce e também gostar de criança. Com o tempo fui me aprofundando em Educação Musical e Música Antiga, depois percussão e Música Contemporânea, e tentava aplicar tudo isso nas aulas de flauta doce em grupo e musicalização infantil.Vi a escola crescer e prosperar. Prosperei junto. Cada vez aumentando mais o nº de alunos e professores. Cada diretor ia fazendo a escola ter mais reconhecimento na cidade: Thaís Ferronato, Haydèe Gorosito, entre outros e por fim Maurício Hass. Desde que foi criada a escola já teve três sedes. A Escola vinha vindo sempre num crescendo de acordo com as possibilidades que o momento político e econômico permitiam. Assim como eu, a muitas pessoas foi dada a chance de um primeiro emprego e também de ensinar música de um jeito próprio e inovador. Minhas alunas Janaína, Rosângela, Eli e Selma (que Deus a tenha) depois se tornaram professoras também. Aprendi a dialogar com autoridades, pois tudo sempre foi conquistado através de muita reivindicação e projetos. Fiz grandes amizades, algumas delas até hoje me são muito especiais. Ainda hoje recebo mensagens de ex-alunos que hoje nem moram mais em Ponta Grossa e que recordam com muita estima o tempo de convivência no Conservatório.Também tive atritos sim, mas todos superáveis, que não deixaram mágoas nem rancor, pelo menos para mim. Em 1995 me desliguei do Conservatório pois minha família exigia que eu estivesse mais perto. Mas em 2001,vim a Ponta Grossa após a partida da Profª Selma (estimada amiga), num concerto em sua homenagem, e fui indagada se conhecia alguém que pudesse continuar o trabalho com a flauta doce. Para a surpresa de todos me ofereci pois também estava passando por um momento pessoal e financeiro bem difícil. Em alguns momentos, nós professores passamos por dificuldades para receber o salário em dia mas o trabalho sempre foi compensador. Assim como os 11 anos de trabalho dedicados ao Conservatório de MPB de Curitiba, sempre com contratos temporários. Essas situações de instabilidade profissional me fizeram alçar vôos maiores em outras esferas, tomei coragem para participar de concursos e trabalhar como professora colaboradora na UEPG, EMBAP e FAP, e depois como efetiva também na EMBAP e PUC/PR. Todo esse sucesso profissional se deve a minha dedicação aos estudos, ao apoio da minha família, ao apoio dos meus professores e também a oportunidade de crescer como docente numa instituição de educação musical como o Conservatório Municipal Maestro Paulino Martins Alves. A direção do Conservatório sempre foi muito aberta a aceitar propostas pedagógicas que os professores em conjunto decidiam adotar. A maior prova disso foi que desde 2005, eu e a Profª Lurdes começamos a ofertar aulas para alunos especiais. Esses alunos não precisam fazer teste para entrar no Conservatório. Posteriormente, houve inclusive a proposta de aula de instrumento em dupla, e a mudança de perfil do grupo de flauta doce, que foi sempre se adequando à demanda de flautistas interessados, acolhendo até mesmo ex-alunos e comunidade em geral. Esse é um depoimento pessoal, mas que está inserido num grupo, numa comunidade, numa escola, numa cidade. Obrigada Conservatório!! Obrigada Ponta Grossa!! Contem comigo para a continuidade desses 38 anos de união em prol da educação, cultura e cidadania. Independente do espaço físico e do nome da instituição nós professores, alunos, pais de alunos e funcionários somos a alma desta escola.

___________________________________________________________________

ÂNGELA SASSE. Formada no curso de Licenciatura em Música em 1990 e Bacharelado em Flauta doce em 2000 na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, onde concluiu também a pós-graduação em Música de Câmera em 1998.                Participou de vários grupos, dentre eles: BOCA DE FORNO (Coral Cênico), TERRA PAPAGALIS (Banda Renascentista), EXTEMPORE (Conjunto de Flauta Doce), TERRA CANORA (Conjunto de Música Antiga) e QUADRANTE SONORO (Quarteto de flauta doce).Deu aulas em escolas de música nas cidades de Blumenau e Joinville. Ministrou cursos de flauta doce no Conservatório de MPB de Curitiba de 1994 a 2005. Nesta mesma instituição coordenou a Fonoteca. Participa como professora de Festivais de música nas cidades de Palmas (TO), Cornélio Procópio (PR), Cascavel (PR), Curitiba (PR) e Joinville (SC). Foi professora colaboradora na Universidade Estadual de Ponta Grossa, Escola de Música e Belas Artes do Paraná e Faculdade de Artes do Paraná. Em 2008 publicou com Renate Weiland e Anete Weichselbaum, o médodo para flauta doce soprano, “Sonoridades Brasileiras”, pela Editora do DeArtes/UFPR.                Atualmente é professora de flauta doce no Conservatório Musical Maestro Paulino Martins Alves na cidade de Ponta Grossa (PR), professora efetiva de flauta doce na Escola e Música e Belas Artes do Paraná e na Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Link permanente Deixe um comentário

Next page »